Editorial

Finalmente dezembro chegou! Não seria de surpreender se, ao contarmos os últimos segundos de 2020, entrássemos na caverna de Dark (série alemã produzida pela Netflix) e fôssemos jogados da maneira mais randômica possível pelo tempo e espaço e, no fim, retornássemos a 2020.

Mesmo este ano complicado nos impondo todos os obstáculos possíveis e imagináveis, nosso periódico está firme e forte mais uma vez, com muitas coisas boas. Análises literárias, imagens da América Latina, releases de livros, resenhas e afins, os leitores e as leitoras da TXT vão se deparar com materiais exclusivos e com a qualidade que nosso bravo periódico já apresenta há bastante tempo.

Estreando como convidado na revista, temos o poeta Raul K. Souza, que nos brinda com três poemas inéditos de seu livro que está no prelo e sairá ano que vem, Ligações que rasgam. Raul também atua como editor-executivo na Kotter Editorial, de Curitiba. Também estreia na TXT o poeta e tradutor Julio Urrutiaga Almada, com uma série de poemas inéditos, na seção Autoramente: textos selecionados.

Teremos também resenhas de Thalliany, que escreve sobre o mais recente livro do poeta Julio Urrutiaga Almada, Cinquenta, lançado pela Kotter Editorial, e de Victoria Toscani, que analisa o livro Favela Gótica, de Fábio Shiva. Teremos o release do romance Desarranjo, do escritor pontagrossense Marco Aurélio de Souza, recém-lançado pela Editora Penalux. Quem assina o release é Murilo Duarte Costa Corrêa. O leitor e a leitora poderão desfrutar do release da reedição do romance As moças de Minas, do consagrado jornalista e escritor Luiz Manfredini. A segunda edição do romance que trata dos traumas causados pela ditadura militar já está à venda.

Desejando um ótimo fim de ano (se possível!), encerramos 2020 com essa edição especial da TXT, com muita literatura de qualidade, crítica e com apelo estético. Com os votos de um 2021 muito melhor do que este ano que acaba, nos encontraremos em janeiro, caríssimas leitoras e caríssimos leitores. Abraços literários (mesmo que distantes) e brados viscerais contra o fascismo.

Evoé!

Daniel Osiecki, editor-chefe

Facebook Comments

Sobre o autor

danielosiecki
Editor-chefe da TXT, Daniel Mascarenhas Osiecki nasceu em Curitiba, em 1983. Escritor e editor, publicou os livros Abismo (2009), Sob o signo da noite (2016), fellis (2018), Morre como em um vórtice de sombra (2019), Trilogia Amarga (2019) tendo mais dois no prelo: 27 episódios diante do espelho e Fora de ordem. Editor-adjunto da Kotter Editorial, é mestre em Teoria Literária e organizador do sarau-coletivo Vespeiro - vozes literárias.

danielosiecki

Editor-chefe da TXT, Daniel Mascarenhas Osiecki nasceu em Curitiba, em 1983. Escritor e editor, publicou os livros Abismo (2009), Sob o signo da noite (2016), fellis (2018), Morre como em um vórtice de sombra (2019), Trilogia Amarga (2019) tendo mais dois no prelo: 27 episódios diante do espelho e Fora de ordem. Editor-adjunto da Kotter Editorial, é mestre em Teoria Literária e organizador do sarau-coletivo Vespeiro - vozes literárias.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: