EDITORIAL

No dia 29 de julho desse ano, sofremos mais um revés nessa terra tão devastada: um incêndio na Cinemateca Brasileira em São Paulo. Dentre vários arquivos perdidos nas chamas, estão muitos materiais impressos, roteiros originais, filmes, memorabilia e muitas coisas mais que fazem parte da cultura brasileira.

Em conversa recente com o artista Pedro Paulo Rocha, filho do cineasta Glauber Rocha, fiquei sabendo que 1/3 do acervo referente à memória de Glauber foi perdida no incêndio. Esse evento, isso é unânime, foi uma tragédia anunciada. O incêndio começou após a manutenção no sistema de ar-condicionado. Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, o governo federal foi avisado várias vezes sobre o risco de incêndio e foi ignorado.

Incêndio na Cinemateca Brasileira

Caros leitores e caras leitoras, o que podemos presumir a partir disso e de tantos outros sinais do governo (desgoverno) federal? Descaso total com a memória, com a cultura, com as artes no país. Nada disso é novidade vindo da trupe nefasta que governa (governa?) o Brasil desde 2019, mas cada desmonte, como esse incêndio criminoso, é um soco. Sim, incêndio criminoso (pois foram avisados) que segue a agenda de neofascistas que visam destruir tudo o que podem, tudo o que é criativo, tudo o que acarreta senso crítico. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

Na edição #39 da Revista TXT teremos na Coluna Conto a Gotas, do escritor André Soltau, o texto Segredos Íntimos. O cartunista e designer gráfico Carlos Garcia Fernandes apresenta mais uma sequência de sua série Olhares, em nossa coluna HQ. Agosto é mês de estreia na revista, e em grande estilo. O leitor e a leitora conhecerão a Coluna Poética do Estrangeiro, com textos dos escritores Júlio Urrutiaga Almada e Sérgio Lutav. A proposta da coluna é cada um dos autores refletirem sobre questões relacionadas à cultura, à escrita, a questões da atualidade, sob o escopo de estrangeiros que são. Almada vive no Equador, e Lutav na Finlândia. Na coluna Leituras Xenólogas, para autores convidados, temos o prazer de apresentar o ensaio Em busca do Nirvana, do escritor Marcelo Nunes. Teremos uma resenha deste vosso editor sobre o livro Põe-me: poemas de amor; poemas de quando, de João Guilherme de Souza Corrêa (LaboraLivros, 2021). O poeta e tradutor William Teca, na coluna Leituras Xenólogas, para autores convidados, escreve sobre a obra do poeta Jorge Barbosa Filho. Dentro das comemorações de uma espécie de renascimento da obra do poeta curitibano Emiliano Perneta, publicamos o release sobre o lançamento do livro Na treva da província – Poemas escolhidos de Emiliano Perneta (Kotter Editorial, 2021), com organização, seleção e notas de Donny Correia. Também publicamos o release sobre o novo romance da escritora Telma Scherer, As avessas (Editora Ipêamarelo, 2021).

Caros e caras, a batalha é árdua, mas seguimos em frente. Ano que vem teremos eleição, e o voto será eletrônico, como deve ser. Em outubro de 2022 irei digitar 13 cheio de esperança. Aproveitem a nova edição da Revista TXT.

Evoé e #forabolsonaro.

Daniel Osiecki, editor-chefe

Facebook Comments

Sobre o autor

danielosiecki
Editor-chefe da TXT, Daniel Mascarenhas Osiecki nasceu em Curitiba, em 1983. Escritor e editor, publicou os livros Abismo (2009), Sob o signo da noite (2016), fellis (2018), Morre como em um vórtice de sombra (2019), Trilogia Amarga (2019) tendo mais dois no prelo: 27 episódios diante do espelho e Fora de ordem. Editor-adjunto da Kotter Editorial, é mestre em Teoria Literária e organizador do sarau-coletivo Vespeiro - vozes literárias.

danielosiecki

Editor-chefe da TXT, Daniel Mascarenhas Osiecki nasceu em Curitiba, em 1983. Escritor e editor, publicou os livros Abismo (2009), Sob o signo da noite (2016), fellis (2018), Morre como em um vórtice de sombra (2019), Trilogia Amarga (2019) tendo mais dois no prelo: 27 episódios diante do espelho e Fora de ordem. Editor-adjunto da Kotter Editorial, é mestre em Teoria Literária e organizador do sarau-coletivo Vespeiro - vozes literárias.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: